Araújo Pereira

Maestro Capitão - Tenente Músico

  

Nota Biográfica

  

O Maestro Capitão José Joaquim Araújo Pereira iniciou os seus estudos musicais, com a professora Emília Fão, em Seixas-Caminha, sua terra natal, fazendo ainda parte da Filarmónica local sob orientação de João Costa e do Maestro Rafael Alves.

Após ingressar na Marinha, concorreu à Banda da Armada, onde fez toda a sua carreira até ascender a Oficial, prestando as respectivas provas pública no Conservatorio Nacional de Lisboa (Provas Técnicas), e na Escola Naval (Ciências Sócio-Militares).

Como componente do famoso agrupamento "Os Náuticos", percorreu Cabo Verde, Guiné, Angola e Moçambique e participou em várias gravações para a Rádio e Televisão.

Entrtanto, prosseguia os estudos académicos, completando o Curso complementar dos Liceus e a admissão à Universidade, ao mesmo tempo que no Conservatório Nacional de Lisboa completava os Cursos de Acústica, História da Música, Educação Musical e o Curso Superior de Composição.

Em 1983 frequentou o 1║ curso de Regência de Orquestra, promovido pela Associação portuguesa de Educação Musical e patrocinado pelo Concelho da Música da Alemanha Federal, no qual foi leccionado pelo Maestro Hans Herbert Joris.

Em 1986 participou num Curso de Intrpretação e Direcção de "Big-Band", na Fundação Calouste Gulbenkian.

Fez parte do Concelho Pedagógico da Esola de Música e Bailado de Linda-a-Velha, como Director dos Cursos ali ministrados aos alunos da Banda da Armada.

Assumiu as funções de Chefe da Banda da Armada em 1987.

Ao longo da sua carreira musical tem dedicado parte da actividade particular como instrumentista de trompete em diversos agrupamentos, ao ensino e direcção téncica de Bandas Civis onde tem alcançado assinaláveis êxitos e recnhecimento público com a atribuição de galardões de Mérito Cultural.

Autor de vários arranjos de música ligeira gravados pela Banda da Armada no disco "Anos 90" e de algumas marchas militares , das quais se destaca "Na Terra e no Mar", iserida no Long-Play "Cantando o Mar".

É membro da International Music Societry.

Nos últimos 10 anos à frente da Banda da Armada, têm-na conduzido por padrões de alta qualidade e efeciência dignos de registo e dos mais rasgados elogios de entidades civis e militares, tanto nacionais como estrangeiras, nas suas frequentes deslocações por todo o País, Ilhas e Estrangeiro, executando programas atractivos e de reconhecida qualidade técnica.

Os seus inúmeros arranjos de música ligeira e algumas composições originais dedicadas à Marinha tem-se distinguido em concertos, gravações e festivais em que a Banda da Armada tem participado com outras Bandas, criando para esta uma nova imagem que muito tem contribuído para o prestígio da Marinha.